April 28, 2021
De parte de EZLN
192 puntos de vista


Abr272021

A ROTA DE IXCHEL

<!–

22682

–>

A ROTA DE IXCHEL

Abril de 2021.

Sair谩 a Montanha.

De uma das casas de Ixchel, a m茫e do amor e da fertilidade, a av贸 das plantas e dos animais, a m茫e jovem e a m茫e velha, a raiva em que a dor da terra se transforma quando 茅 ferida e maculada, a Montanha sair谩.

Uma das lendas maias conta que Ixchel se estendeu pelo mundo na forma de um arco-铆ris. Ela o fez para dar ao planeta uma li莽茫o de pluralidade e inclus茫o, e para lembrar que a cor da terra n茫o 茅 uma, mas muitas, e que todas elas, sem deixar de ser o que s茫o, juntas iluminam a maravilha da vida. E ela, Ixchel, a mulher arco-铆ris, abra莽a todas as cores e as faz parte dela.

Nas montanhas do sudeste mexicano, na l铆ngua raiz maia do mais antigo dos antigos, 茅 contada uma das hist贸rias de Ixchel, m茫e-lua, m茫e-amor, m茫e-raiva, m茫e-vida. Falando assim fala o velho Antonio:

鈥淒o oriente veio a morte e a escravid茫o. Assim chegou, e de modo algum. Nada podemos mudar em rela莽茫o ao que veio antes. Mas assim disse Ixchel:

鈥淨ue amanh茫 ao oriente navegue a vida e a liberdade na palavra dos meus ossos e sangues, minhas crias. Que n茫o envie uma cor. Que n茫o mande ningu茅m para que ningu茅m obede莽a e que cada um seja o que ele 茅 com alegria. Porque a tristeza e a dor v锚m daqueles que querem espelhos e n茫o cristais para olhar para todos os mundos que eu sou. Com raiva ser谩 necess谩rio quebrar sete mil espelhos at茅 que a dor seja aliviada. Muita morte ter谩 que doer para que, no final, seja a vida o caminho. Que o arco-铆ris possa ent茫o coroar a casa de minhas crias, a montanha que 茅 a terra dos meus sucessores鈥.

Quando a opress茫o veio em metal e fogo para o solo maia, o ts鈥檜l, aquele que veio de longe, olhou para muitas figuras da deusa arco-铆ris e assim batizou aquela terra: Isla Mujeres.

Uma manh茫, pela manh茫, quando a cruz falante invoca, n茫o o passado, mas o que est谩 por vir, navegar谩 a montanha at茅 a terra do Ts鈥檜l e atracar谩 em frente 脿 velha oliveira que d谩 sombra ao mar e identidade 脿queles que vivem e trabalham nessas margens鈥.

-*-

Em 3 de maio do ano 21 do s茅culo 21, de Isla Mujeres, Quintana Roo, M茅xico, zarpar谩 a Montanha para cruzar o Atl芒ntico em uma viagem que tem muito de desafio e nada de reprova莽茫o. No sexto m锚s do calend谩rio, ter谩 que avistar as costas do porto de Vigo (Ciudad ol铆vica), Pontevedra, na Comunidade Aut么noma da Galiza, Estado espanhol.

-*-

Se n茫o se pode desembarcar, seja por COVID, migra莽茫o, discrimina莽茫o gritante, chauvinismo, ou que erraram o porto ou os anfitri玫es, estamos preparados.

Estamos dispostos a aguardar l谩 e vamos desfraldar, frente 脿 costa europeia, uma grande faixa que diz 鈥淎corde!鈥 Esperaremos para ver se algu茅m l锚 a mensagem e depois esperar para ver se de fato acordam; e depois esperar para ver se fazem alguma coisa.

Se a Europa de abaixo n茫o quiser ou n茫o puder, ent茫o, precavidos, de futuro, pegaremos 4 cayucos com seus respectivos remos e come莽aremos nosso caminho de volta. 脡 claro que vamos adiar um pouco at茅 termos um vislumbre das margens da casa de Ixchel novamente.

Os cayucos representam 4 etapas de nosso ser como Zapatistas que somos:

鈥 Nossa cultura como um povo original com ra铆zes maias. 脡 o maior cayuco no qual os outros 3 podem ser armazenados. 脡 uma homenagem a nossos antepassados.

鈥 A etapa da clandestinidade e da insurg锚ncia. 脡 o cayuco que segue o primeiro em tamanho, e 茅 uma homenagem 脿queles que ca铆ram desde o primeiro de janeiro de 1994.

鈥 A etapa da autonomia. 脡 o terceiro em tamanho, do maior ao menor, e 茅 uma homenagem aos nossos povos, regi玫es e zonas que, em resist锚ncia e rebeldia, elevaram e continuam elevando a autonomia zapatista.

鈥 A etapa da inf芒ncia zapatista. 脡 o menor cayuco que os meninos e meninas zapatistas pintaram e decoraram com as figuras e cores que quiseram.

-*-

Mas se conseguirmos desembarcar e abra莽ar com nossas palavras aqueles que lutam, resistem e se rebelam l谩, ent茫o haver谩 uma festa, baile, can莽玫es, e cumbias e caderas sacudir茫o os c茅us e solos distantes.

E, em ambos os lados do oceano, uma breve mensagem inundar谩 todo o espectro eletromagn茅tico, o ciberespa莽o e ecoar谩 nos cora莽玫es:

胁褌芯褉谐薪械薪薪褟 锌芯褔邪谢芯褋褟
bosqinchilik boshlandi
a invasi贸n comezou
Die Invasion hat begonnen
istila ba艧lad谋
la invasi贸 ha iniciat
l鈥檌nvasione h猫 principiata
invazija je zapo膷ela
invaze za膷ala
懈薪胁邪蟹懈褟褌邪 械 蟹邪锌芯褔薪邪谢邪
invasionen er startet
inv谩zia sa za膷ala
invazija se je za膷ela
la invado komenci臐is
the invasion has started
invasioon on alanud
inbasioa hasi da
hy枚kk盲ys on alkanut
l鈥檌nvasion a commenc茅
mae鈥檙 goresgyniad wedi cychwyn
畏 蔚喂蟽尾慰位萎 苇蠂蔚喂 尉蔚魏喂谓萎蟽蔚喂
t谩 an t-ionradh tosaithe
innr谩sin er hafin
l鈥檌nvasione 猫 iniziata
亘丿兀 丕賱睾夭賵
锚ri艧 dest p锚 kiriye
iebrukums ir s膩cies
prasid臈jo invazija
d鈥橧nvasioun huet ugefaang
蟹邪锌芯褔薪邪 懈薪胁邪蟹懈褬邪褌邪
bdiet l-inva偶joni
de invasie is begonnen
invasjonen har startet
丨賲賱賴 丌睾丕夭 卮丿賴 丕爻鬲
rozpocz臋艂a si臋 inwazja
a invas茫o come莽ou
invazia a 卯nceput
胁褌芯褉卸械薪懈械 薪邪褔邪谢芯褋褜
懈薪胁邪蟹懈褬邪 褬械 蟹邪锌芯褔械谢邪
invasionen har b枚rjat

鈥淎 invas茫o come莽ou鈥.
.-.. .- / .. -. 鈥- .- 鈥 .. 鈥 -. / 鈥. .- / .. -. .. -.-. .. .- -.. 鈥 (em c贸digo morse)

E talvez, apenas talvez, Ixchel, deusa da lua, seja ent茫o uma lumin谩ria em nosso caminho e, como neste amanhecer, luz e destino.

Dou f茅.

Do Centro de Treinamento Mar铆timo-Terrestre Zapatista
Semillero da Comandanta Ramona. Zona Tzotz Choj.

O SupGaleano.
M茅xico, 26 de abril de 2021. Lua cheia.

Soundtrack del video: 鈥淭e Llevar茅鈥 Lisandro Meza.

Share

No hay comentarios todav铆a.

RSS para comentarios de este art铆culo.




Fuente: Enlacezapatista.ezln.org.mx