October 13, 2020
De parte de Agencia De Noticias Anarquistas
242 puntos de vista

Em 1944, nos munic铆pios dos Pirineus Orientais, H茅rault, Ari猫ge, Corr猫ze, Aveyron e de Aude, militantes libert谩rios espanh贸is exilados, ap贸s participar da Resist锚ncia, bem como alguns membros de suas fam铆lias, foram assassinados por militantes stalinistas do Partido Comunista espanhol, apoiados pelo PC franc锚s. Em 1984, um livro, 鈥淥s dossi锚s negros de uma certa resist锚ncia. Trajet贸rias do fascismo vermelho鈥, publicado em Perpignan pelo grupo Puig-Antich da Federa莽茫o Anarquista, foi dedicado a um certo n煤mero desses assassinatos. Este livro n茫o teve repercuss茫o fora dos c铆rculos militantes, ficando restrito, insuficiente para quebrar o sil锚ncio em torno destes crimes stalinistas, um sil锚ncio religiosamente observado por d茅cadas por historiadores e fals谩rios dos partidos comunistas franc锚s e espanhol. Mas aqui est谩 um novo livro (Guerilleros, france 1944 鈥 une contre-enquete, de Christophe Castellano e Henri Melich) sobre o assunto, aparentemente dedicado apenas aos eventos do munic铆pio de Aude. Esperamos que seja amplamente divulgado, lido e comentado, para que finalmente se fa莽a justi莽a 脿 mem贸ria das v铆timas dos algozes stalinistas.

Fonte: https://florealanar.wordpress.com/2020/10/02/histoires-de-crimes-staliniens/

Conte煤do relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2020/05/07/espanha-assim-os-comunistas-assassinaram-12-anarquistas-em-barcelona/

ag锚ncia de not铆cias anarquistas-ana

Voa bem-te-vi,
enquanto o sol 茅 promessa
e eu tenho as janelas.

Yber锚 L铆bera




Fuente: Noticiasanarquistas.noblogs.org